quarta-feira, 16 de abril de 2014

Projeto: «Lendas de Sintra»



Pela manhã, a mãe da Matilde esteve na nossa sala para contar a lenda de Colares. Mais uma lenda que desconhecíamos e que gostamos de ouvir. No final, uma surpresa: WAFFLES! estes foram confecionados pela mãe da Matilde com a colaboração dela. Estavam deliciosos.

A VILA DE COLLARES 

«Nas faldas da serra de Sintra, uma légua ao oeste da vila deste nome, está sentada a vila de Colares, á sombra de frondosos arvoredos. Pela encosta da serra sobranceira á povoação, vão subindo algumas casas, quintas e matas de castanheiros. Inferior á vila, estende-se um fértil vale denominado a Várzea, todo coberto de pomares e cortado pelo rio das Maçãs, que vai desaguar no oceano daí uma légua. É pois sobremodo amena e deliciosa a situação de Colares. 
Quanto á sua origem pouco se sabe, só sim que é muito antiga e que já existia no tempo dos romanos, porque disto dão testemunho muitas medalhas e inscrições romanas que aí têm sido encontradas...» 



terça-feira, 15 de abril de 2014

Dia do Pai

19 de março - Dia do Pai


Na semana anterior ao Dia do Pai - 19 de março, fizemos alguns trabalhos para oferecer aos nossos pais: um poema, um postal e um porta lápis. Ficaram lindos e os nossos pais adoraram.

«Diz-se que foi uma norte-americana, de seu nome Sonora Louise Smart Dodd, filha do veterano da guerra civil John Bruce Dodd, a ter a ideia de celebrar o Dia do Pai. Depois de, em 1909, ter ouvido um sermão de elogio às mães, Sonora decidiu homenagear o seu pai, que teve de criar os seus seis filhos sozinho depois de a sua esposa ter morrido durante o sexto parto, em 1898. Foi então que, em 1910, Sonora decidiu enviar uma petição à Associação Ministerial de Spokane e um pedido de apoio a uma Entidade de Jovens Cristãos, da mesma cidade localizada em Washington, nos Estados Unidos, no sentido de ser estipulada oficialmente uma data comemorativa do Dia do Pai. As primeiras comemorações ocorreram a 19 de junho daquele mesmo ano, data do aniversário do pai de Sonora.»

video







Primavera/Dia da floresta/Dia da árvore/Dia da água

Guarda Nacional Republicana 

 No dia 18 de março esteve na escola uma equipa da Guarda Nacional Republicana para nos falar sobre a floresta, como cuidar dela e preservá-la. Foi uma sessão muito interessante. Aprendemos umas coisas. Agradecemos a disponibilidade.
video

Projeto: «Aprender com as palavras - Lendas de Sintra»

Lenda de Monserrate

A nossa coleguinha Marta e a sua mãe contaram-nos a lenda de Monserrate.
 «Diz a tradição que nos tempos de domínio árabe morou naquele sítio, no alto da Penha, um moço árabe, que tinha grande predomínio com todas as famílias cristãs que habitavam a serra.»
Mais uma lenta entre tantas outras que já nos contaram.
A Marta e a mãe fizeram-nos uns deliciosos croissants de chocolate. Que maravilha! Obrigado pelo carinho!




Projeto: Histórias de vai e vem - Fábulas

Fábula: O velho, o rapaz e o burro.



Chegou o dia do nosso amigo Guilherme, apoiado pela mãe, contar-nos a fábula: «O velho, o rapaz e o burro». No final brindaram-nos com um delicioso e bonito bolo confecionado pelos dois. O carinho, a dedicação e o empenho revelados pelas nossas famílias são extraordinários! Obrigado.





quarta-feira, 9 de abril de 2014

Páscoa



António Fontinha, contador de histórias português, profundo conhecedor da tradição oral do país, esteve na nossa escola no dia 4 de abril. Realizou três sessões de histórias do património oral de Portugal de acordo com o nível etário.
Com as crianças da educação pré escolar dinamizou as histórias: A Raposa e Os Dois Irmãos; com os (as) alunos (as) do 1º e 2º anos as histórias: O Lobo e o Caracol e O Peixe Vermelho; para os (as) alunos (as) do 3º e 4º anos contou O Touro azul e O Rouxinol.


video
Três quartos de hora cheios de magia e de passeio no reino da fantasia tinham voado. De António Fontinha ficou uma boa recordação e a vontade de verem, lendo ou ouvindo, outras histórias. 

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Biografia

Apoio ao estudo - Pesquisas


As metas curriculares de português sugerem títulos de obras de autores (as) portugueses/portuguesas e estrangeiros (as) para o 3º ano de escolaridade. Como na sala de aula e em leituras com a família já foram trabalhadas diversas obras, foi oportuno solicitar aos alunos a realização de pesquisas sobre a vida e obras desses (as) autores (as) para serem elaboradas as respetivas biografias. Aqui ficam os trabalhos concluídos dos (as) alunos (as) da turma D-3º ano, reveladores do seu empenho e interesse. Parabéns!